Nos siga nas redes sociais

Destaques

Traição é uma escolha, não um erro

Leia esse artigo e aprenda a ver o que fazer nessa situação

Publicado

em

Todos vocês que foram enganados de uma maneira ou de outra por alguém que amavam de todo o coração, entendem a dor de serem despedaçados e não conseguirem respirar adequadamente, porque seu mundo está subitamente desmoronando.

Não são poucos os casos de homem que estão num relacionamento e que ao mesmo tempo tem um caso amoroso, muitas das vezes exercendo o papel até de book privado.

Você entende como é ser uma segunda opção para alguém que era sua prioridade desde o início.

Mas há uma coisa que você precisa entender também: você os escolheu, mas eles escolheram traí-lo.

Não se atreva a pensar ou deixá-los convencê-lo de que o trair foi apenas um erro, e agora eles percebem que não deveriam ter feito isso.

Trair é um ato de covardia, e não tem nada a ver com cometer erros por acidente.

É uma escolha feita pela ganância – não apreciar o que você tem, mas não estar disposto a deixar a pessoa ir. Você escolheu cometer esse pecado porque isso faz você se sentir feliz.

A única razão pela qual você fez isso é porque isso lhe deu satisfação pessoal.

Trair é uma ação de destruir deliberadamente outro ser humano para satisfazer suas necessidades egoístas.

Trair não é algo que você faz por acidente, porque não consegue se controlar.

Toda ação que você faz é aprovada pelo seu cérebro, o que significa que VOCÊ tomou a decisão de fazer com que outro ser humano se sentisse infeliz, desfrutando do seu momento de felicidade.

Mas, foi tão difícil admitir para eles que você não está satisfeito com a situação? Foi tão difícil dizer como você se sente e resolver o problema ou sair e poupar a dor?

Aposto que não era. Então por que você não fez isso? Você não fez isso porque queria experimentar algo novo.

Você ficou entediado com o que tinha. Você se cansou do amor deles e queria provar outro para satisfazer seu apetite.

Trair é uma escolha motivada pelo seu desejo de mudar que você não é capaz de fazer.

Quando você decidiu trair, decidiu fazer algo em segredo; para esconder seu ato vergonhoso de seu ente querido, porque você sabia que o que estava fazendo não era certo.

Você queria algo novo, mas não queria perder o que já tem, e é isso que faz de você um idiota.

Quando você realmente ama alguém, você faz escolhas que os protegem, fazem sorrir e fazem com que se sintam amadas. Quando você realmente ama alguém, você faz escolhas que melhorarão seu relacionamento – não o destruirão.

Mas você optou por estragar tudo e quebrá-las. Não ouse dizer a ninguém que está arrependido por não estar.

Você deliberadamente, voluntariamente e conscientemente decidiu destruir tudo o que tinha apenas por que era incapaz de amar seu parceiro como um homem de verdade.

Você matou deliberadamente a esperança deles só porque não tinha. Você deliberadamente partiu o coração deles só porque não tinha um.

E acima de tudo isso, agora, você provavelmente espera que eles o perdoem porque VOCÊ COMEU UM ERRO. Lamento dizer que o amor não tolera erros.

Você está comprometido ou não. Você está aqui ou não. Não há área cinzenta aqui.

Tudo o que você faz em um relacionamento é uma questão de sua própria escolha.

Você os faz rir porque gosta do sorriso deles.

Você os faz sentir especiais porque os ama.

Você os protege porque realmente se importa com eles.

Você os machuca porque não dá a mínima para como eles se sentirão.

É simples assim. Você poderia ter escolhido o contrário, mas não porque não sentiu o peso de suas próprias decisões.

Você decidiu desperdiçar grandes quantidades de tempo apenas para aproveitar um segundo. Você fez isso porque não dava a mínima para eles.  Você não dava a mínima para as pessoas que amam você e que dariam a vida por você.

Você os machucou porque seus próprios desejos e vontades eram suas únicas prioridades e você precisa saber que essas pessoas não são tolos que acreditarão que foi apenas um erro.

Veja bem, eles podem ter te amado com todo o coração e talvez ainda o façam, mas no momento em que você decidiu machucá-los, eles também decidiram NUNCA o perdoar.

Continue Reading
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *