Todas somos mães

Ela ama, cuida, protege, luta, defende e dá a sua própria vida se precisar. “Mãe”, palavra que possui uma imensidão de qualidades. Muitas mulheres só sentem que são mães quando dão a luz ou adotam um filho (a), mas na verdade, antes mesmo disso acontecer, todas nós já somos MÃES. Como assim? Mãe de quem?

O primeiro passo para sentir o verdadeiro sentido de ser mãe é quando aprendemos a conhecer e a cuidar do nosso primeiro e precioso filho que nos é dado, um filho muito especial e que merece ser conhecido profundamente, refiro- me a “vida”. A nossa vida é o primeiro desafio como mãe, porque quando nos amamos, nos conhecemos, nos admiramos, nos cuidamos e nos respeitamos, agimos de forma mais clara, segura e verdadeira, seja lá qual for a missão que escolhemos realizar. Assim dizia Willian Shakespeare “De todos os conhecimentos possíveis, o mais sábio e útil é o conhecer a si mesmo”.

Mas por onde podemos começar para ter um caminho de sucesso como mãe da vida? Essa eu respondo com toda a certeza que é através da comunicação, pois acredito ser ela o alicerce para se trilhar um caminho de conquistas e realizações. Podemos afirmar que a comunicação é a base das relações humanas e contribuiu significativamente para a nossa evolução. É graças a nossa capacidade de comunicar que conseguimos partilhar e transmitir nossas ideias, sensações, sentimentos, pensamentos, nosso saber. É se comunicando bem com a nossa vida, consigo mesma, que construímos o melhor da nossa história no mundo seja como filha, mãe, amiga, esposa, profissional ou o que escolhermos ser e fazer.
Então gente, a vida é o nosso primeiro filho, a quem devemos ter o primeiro olhar e atenção. Parabéns para as mães não só neste mês de maio porque afinal merecemos parabéns todos os dias. É isso!

Dany Amorim– Jornalista, Coach em Comunicação e sócia da Espalha Comunicação Estratégica.