Suspeito de matar professor e ativista LGBT é preso, em Pombos

Preso

Sandro Cipriano foi encontrado morto em Pombos (Foto: Acervo pessoal/Reprodução)
Sandro Cipriano foi encontrado morto em Pombos (Foto: Acervo pessoal/Reprodução)

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (9), o suspeito de matar o professor Sandro Cipriano, de 35 anos, ativista da causa LGBT, em Pombos, na Zona da Mata de Pernambuco.

De acordo com informações da corporação, agentes cumpriram o mandado de prisão e capturaram Anderson Antônio da Silva, conhecido como Esquerdinha, apontado como autor do latrocínio, roubo seguido de morte.

A polícia descartou a homofobia como o motivo da morte. O mandado de prisão temporária contra Anderson Antônio foi expedido pela Comarca de Pombos.

O corpo de Sandro foi encontrado no dia 29 de junho, na área rural da cidade, com um tiro na cabeça. O carro dele foi achado na manhã do dia 30, no Loteamento Menino Jesus, que fica às margens da BR-232, também no município de Pombos, distante 54 quilômetros do Recife.