Servidores municipais participam de oficina sobre vigilância de violências e acidentes

Oficina foi realizada nesta quinta (19), no auditório da Universidade de Pernambuco em Garanhuns

Fotos: Aquilles Soares

Com o intuito de capacitar servidores municipais sobre as notificações compulsórias de violência interpessoal e autoprovocada, foi promovida, nesta quinta (19), uma oficina intersetorial, no auditório da Universidade de Pernambuco (UPE) em Garanhuns. Participaram do momento profissionais das Secretarias Municipais de Saúde, Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), Mulher e Educação. Além de representantes da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), e outros órgãos do município.

 

A ‘Oficina de Implementação da Vigilância de Violência e Acidentes’ buscou ainda esclarecer e sensibilizar os participantes sobre as condutas de acolhimento, atendimento e notificações de caráter intersetorial. A atividade foi promovida pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio dos setores de Vigilância Epidemiológica e Educação Permanente, em conjunto com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) e Vª Gerência Regional de Saúde (Vª Geres).

 

As notificações podem acontecer em casos de violência sexual, física, trabalho infantil, trabalho escravo, com o preenchimento de dados no modelo de Ficha de Notificação Individual. “As notificações são realizadas pelos profissionais que atendem, e vão gerar números, dados e estatísticas para que a gente possa trabalhar em cima das políticas públicas relacionadas a estas situações”, pontuou técnica da Coordenação de Vigilância de Acidentes e Violência, Renata Vieira.