Qual é a origem do jogo do bicho?

O jogo do bicho foi criado para salvar o Zoológico do Rio de Janeiro que enfrentava uma grave crise financeira.Diante do problema, João Batista Viana Drummond, fundador do zoológico, criou uma espécie de promoção para atrair público, com o objetivo de salvar o os animais.

Na oportunidade, o fundador do zoológico vendeu uma série de bilhetes com a imagem de 25 animais. Veja como tudo aconteceu.

Crise fez surgir o jogo do bicho

O jogo começou a funcionar assim: às 5 da tarde, um animal era sorteado e quem tivesse a figura vencedora, ganhava 20 vezes o valor da entrada.

 

A iniciativa movimentou a sociedade de tal maneira que Drummond conseguiu, não apenas salvar o zoológico, mas em pouco tempo, no ano de 1894, instalar o primeiro escritório onde cada pessoa poderia comprar quantos bilhetes quisesse.

 

Se na primeira oportunidade os clientes não poderiam escolher o animal, agora, com o escritório na famosa Rua do Ouvidor, bastava escolher o animal que quisesse para concorrer e ganhar o prêmio, caso ele fosse o escolhido.

 

E foi desse momento em diante que o jogo do bicho deixou de ser um simples sorteio e se transformou em um jogo de azar.

De um jogo inocente ao contrabando

 

Com o intuito de proibir as apostas no jogo do bicho, que se tornou uma mania em toda a cidade, em 1895, a Prefeitura do Rio de Janeiro.

 

No entanto, todas as proibições, em vez de reduzir toda às apostas, serviram para movimentar e fortalecer ainda mais o jogo de azar, tornando os bicheiros ainda mais fortes.

 

Afinal, se antes os bicheiros compravam os ingressos no zôo e os revendiam pela cidade, a partir daquele momento eles se juntaram para realizar o sorteio por conta própria.

 

Nem mesmo a criminalização da jogatina, em 1946, foi capaz de reduzir às atividades ilícitas porque àquela altura, o jogo do bicho já era uma mania instalada na cultura popular, e apoiado por uma rede de relações pessoais à melhor estilo do “jeitinho brasileiro” para driblar a repressão.

 

Diante de tanto populismo, nos anos 80 o jogo do bicho cresceu ainda mais, alcançando lucros exorbitantes, despertando o interesse do crime organizado, que começou a disponibilizar pontos pela cidade com homens fortemente armados.

 

A partir de então, o jogo do bicho de estendeu para outras atividades como:

  • de armas,
  • especulação imobiliária,
  • prostituição,
  • jogos eletrônicos e
  • transporte clandestino, com peruas e lotações.

 

Atualmente, o jogo do bicho é apontado tanto por facções criminosas, milícias e bicheiros, o que transformou o que foi o inocente jogo para salvar o um zoológico da falência, em uma das atividades de criminosas que mais movimentam a economia e fomentam o crime.