Polícia faz operação contra quadrilha ligada a homicídios, tráfico de drogas e roubos a banco

Entre os crimes atribuídos ao grupo está um triplo homicídio no Cabo, no Grande Recife, no fim de abril. Foram cumpridos 12 mandados de prisão.

A Polícia Civil de Pernambuco desencadeou, nesta quinta-feira (24), uma operação contra uma quadrilha ligada a diversos crimes, como tráfico de armas e drogas, homicídios e roubos a agências bancárias com uso de explosivos, no Grande Recife. Dos 13 mandados de prisão preventiva emitidos, 12 foram cumpridos, além de dez mandados de busca e apreensão.

As investigações que resultaram nessa operação, denominada ‘Cidade Baixa’, foram iniciadas em janeiro deste ano. O nome é uma referência aos encontros da quadrilha, que aconteciam justamente nesta parte de Olinda.

De acordo com o chefe da Polícia Civil de Pernambuco, delegado Joselito Kehrle, a quadrilha atuava em Pernambuco e interior do estado, Rio Grande do Norte, Sergipe, Alagoas e Paraíba.

“Além dos assaltos a agências bancárias e carros-fortes, com uso de explosivo, havia também o cometimento de homicídios face ao tráfico de drogas, que era praticado pelos integrantes da organização. Tivemos 17 homicídios cometidos por essa associação, em Olinda, Região Metropolitana Norte e Sul”, disse o delegado.

Entre os crimes atribuídos ao grupo pela polícia está um triplo homicídio, que aconteceu no dia 28 de abril, no Cabo de Santo Agostinho, também na Região Metropolitana do Recife.

Os delegados do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri) João Gustavo Godoy, Vinicius Notari e Paulo Berenguer estão à frente do inquérito. Os mandados foram emitidos pela Vara Criminal da Comarca de Olinda.

A Polícia Civil destacou 110 pessoas para a ação desta quinta, entre delegados, agentes e escrivães da corporação.

Edição:Robson Ouro Preto