IPSG: Recadastramento para aposentados e pensionistas segue até 02 de outubro

Beneficiários devem procurar a sede do instituto, para atualização de dados cadastrais e documentos

Fotos: Aquilles Soares

Segue até o dia 02 de outubro, no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos de Garanhuns (IPSG), o recadastramento dos servidores públicos aposentados, pensionistas. Para realizar o procedimento, os beneficiários devem comparecer à sede do IPSG, localizada na rua Antônio Lacerda, nº 85, no Centro da cidade, sempre em dias úteis, das 08h às 14h.

O recadastramento é obrigatório, e para efetuar o procedimento, o solicitante deve estar munido de carteira de identidade (que seja emitida há menos de 10 anos); CPF; título de eleitor; Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); certidão de casamento/e ou averbação da separação judicial, divórcio; Registro de Nascimento e cartão de vacina (de filhos entre 0 e 6 anos); Registro de Nascimento (de filhos entre 7 e 14 anos); documento oficial com foto e CPF do cônjuge; carteira de reservista (pessoas do sexo masculino), comprovante de residência atualizado, PIS/PASEP, declaração de acumulação de cargos públicos (que estará disponível no local do recadastramento) e portaria de nomeação no caso de acumulação de cargos públicos. No caso de pensionistas, são exigidos certidão de óbito, CPF, PIS/PASEP ou NIT, e documento oficial com foto do ex-servidor falecido.

A atualização de dados também contempla a adequação com o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhista (eSocial), que busca facilitar a administração de informações trabalhistas e previdenciárias, de forma unificada, para o armazenamento em um ambiente nacional virtual. “Todos os aposentados e pensionistas estão sendo atendidos e orientados para atualização destes dados e documentos, inclusive por meio de encaminhamento para outros órgãos responsáveis. Pois estamos nos antecipando, haja vista que em janeiro de 2020 todos os órgãos públicos devem enviar os dados para o sistema do eSocial”, pontuou o presidente do IPSG, Marcelo Marçal.