Com gol e recorde de Marta, Brasil vence a Itália e vai às oitavas de final

Foto: Reuters
Foto: Reuters

Seleção brasileira faz 1 a 0 nas italianas, termina em terceiro com um empate triplo e vai encarar França ou Alemanha nas oitavas

O Brasil passou pelo primeiro grande teste da Copa do Mundo. A Seleção precisava ao menos de um empate para se classificar às oitavas, mas precisava derrotas as italianas que vinha de duas vitórias e já estavam classificadas. Mas, se as italianas tinham 100% de aproveitamento na Copa, o Brasil tem a melhor jogadora do mundo: Marta. A artilheira, marcou de pênalti aos 28 do segundo tempo e se tornou a maior artilheiro da história de todas as Copas do Mundo (Masculino e Feminino).

Ela chegou aos 17 gols em mundiais, ultrapassou a marca de Klose da Alemanha (16 gols) e quebrou mais um recorde. A única jogadora (entre homens e mulheres) a conquistar seis títulos de melhor do mundo também é a maior artilheira da história de todas as Copas.

Com a vitória por 1 a 0 e a vitória da Austrália por 4 a 1 contra a Jamaica. Itália, Austrália e Brasil terminam empatadas com 6 pontos. A Itália com um saldo de +5 terminou em primeiro, a Austrália com saldo de +3 igual as brasileiras, mas venceu no critério de gols marcados (8 das australianas contra 6 das brasileiras).

O Brasil avança com a melhor terceira colocada e vai encarar as donas da casa França (provavelmente) ou Alemanha, algoz da final de 2007. Independente do adversário, a Seleção que vinha de sete derrotas consecutivas, antes da Copa, contornou a situação desfavorável e um novo campeonato se inicia. Agora é mata-mata.