Nos siga nas redes sociais

Política

Audiência Pública une líderes e trabalhadores da Mata Sul pela reabertura da COOAFSUL

Publicado

em

Para que a Usina Estreliana volte a moer, gerando emprego e renda para Ribeirão e a Mata Sul como um todo, além de garantir arrecadação fiscal para o Estado, o deputado estadual Aluísio Lessa presidiu, foi realizado ontem (terça-feira) (22.09), audiência pública sobre a COOAFSUL. O evento, que ocorreu no auditório da Associação dos Fornecedores de Cana de Açúcar de Pernambuco (AFCP), reuniu deputados, lideranças sindicais e do setor sucroalcooleiro para debater o tema.

“Promovemos esta audiência pública para que a Alepe possa articular com o Governo do Estado e COOAFSUL uma solução que viabilize a reabertura da Usina Estreliana para a moagem, gerando emprego e renda para Ribeirão e toda a Mata Sul. Reunimos trabalhadores, parlamentares, o Prefeito de Ribeirão, Marcello Maranhão, lideranças sindicais e do setor sucroalcooleiro.A nossa iniciativa vai gerar encaminhamentos e esperamos que o debate se estenda à bancada federal de Pernambuco e a mais atores da economia do estado”, afirmou Aluísio Lessa.

A COOAFSUL pleitea que o Governo do Estado conceda o crédito presumido de 18,5% sobre o ICMS para ter o fôlego necessário para iniciar as operações. O Governo do Estado alega que imposições fiscais do Governo Federal impedem que benefícios sejam concedidos neste período de pandemia da Covid-19.

O presidente da AFCP, Alexandre Andrade Lima, falou da necessidade do benefício. “Precisamos do crédito presumido para que a COOAFSUL tenha fôlego e volte a moer de forma competitiva no mercado. Pedimos ao Governador que tenha sensibilidade com a situação e nos conceda o benefício”, destacou.