Prefeito de São José da Coroa Grande pede reforço na segurança do município

Foto: Douglas Hacknen

Políticos da cidade de São José da Coroa Grande estiveram reunidos na secretaria da Casa Civil de Pernambuco, com o secretário Nilton Mota. O encontro ocorreu na tarde de ontem (22), e teve como pauta principal, as medidas que o Governo do Estado pode tomar para diminuir os índices de violência na cidade.

O município da Zona da Mata Sul pernambucana, chegou a ter em 2017 a maior taxa de homicídios por 100 mil habitantes do Estado. Segundo o prefeito Jaziel Lages (PATRI), conhecido popularmente como Pel “o estado de Alagoas tem repreendido muito os bandidos e eles estão indo para o nosso município”. Estiveram na caravana além do prefeito e vice, os secretários de turismo, de agricultura e mais 7 vereadores da cidade.

Preocupados com o crescimento da violência e com as consequências no turismo local, o grupo seguiu para a Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), onde participaram do lançamento do projeto “Alepe acolhe”, que tem como objetivo incentivar a adoção e a contratação de jovens e adolescentes em situação de extrema vulnerabilidade, oferecendo cursos de atualização em língua portuguesa, estrangeira e informática, além de outros benefícios. O presidente da Câmara dos Vereadores, Beto do Abreu (PATRI) falou sobre a tentativa de “buscar alguma coisa para que a gente possa implantar algo semelhante no nosso município, em relação à adoção”. O prefeito Pel ainda destacou outro motivo da ida à Assembleia, “estive aqui também para falar com o presidente da Assembleia Legislativa sobre a violência em nosso município que a cada dia está se agravando mais. Melhoramos muito, mas agora está retornando novamente”.

 

Por: Douglas Hacknen – Recife