Integrante de movimento pró-Bolsonaro, Gilson Machado, assume coordenação de turismo na transição

Foto: Divulgação

Gilson Machado Neto, empresário pernambucano e um dos apoiadores das
carreatas pró-Bolsonaro em Pernambuco ao lado do coronel Meira (PRP),
vem comandando o grupo temático de Turismo no gabinete de transição, em
Brasília.

Ele é amigo pessoal do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), e admitiu
que o seu nome está sendo cotado para assumir a Secretaria Executiva do
Ministério do Turismo, que será chefiado pelo deputado federal Marcelo
Álvaro Antônio (PSL-MG).

“Estou aqui para ajudar. Eu acredito que o Turismo é a mola mestra da
recuperação econômica do País”.

Gilson Machado chegou a se colocar como pré-candidato ao Senado nas
eleições deste ano em uma chapa liderada pelo coronel Meira (PRP), que
seria candidatura ao governo do Estado.

Os dois tiveram tiveram suas candidaturas retiradas pelos seus
respectivos partidos. O PSL acabou apoiando o senador Armando Monteiro
Neto (PTB), que teve na chapa na disputa pelo Senado, Mendonça Filho
(DEM) e Bruno Araújo (PSDB). Já o PRP integrou a coligação do governador
Paulo Câmara (PSB).

O coronel Meira acabou concorrendo à Câmara Federal,  enquanto Gilson
Neto não disputou nenhum cargo, mas continuou na militâncias em
carreatas pró-Bolsonaro em Pernambuco.  Gilson coordena um grupo de 15
pessoas, e disse que o diálogo com o futuro ministro do Turismo,
anunciado com o apoio da frente parlamentar do setor, está “muito bom” e
que Marcelo Antônio “está interagindo 100%” com a equipe de transição.

Texto: Luiz Fernandes