Coluna do Edmar Lyra desta segunda-feira

João Campos intensifica agenda no Recife visando 2020

Herdeiro político do ex-governador Eduardo Campos, o deputado federal João Campos foi eleito com 460.387 votos, sendo o mais votado do pleito passado em Pernambuco. Na capital pernambucana não foi diferente, João atingiu 70.864 votos ficando na primeira colocação. O resultado obtido e a conjuntura política que se estabeleceu que corresponde a uma renovação dos quadros colocam o deputado federal na condição de nome natural para disputar a prefeitura do Recife em 2020.

Ciente disso, apesar da intensa agenda em Brasília, João tem realizado várias visitas nos finais de semana aos bairros da cidade. Isso cria a marca de deputado presente na sua principal base política e lhe credencia ainda mais para a disputa. João poderá ser oficializado como nome de Geraldo Julio e de Paulo Câmara nas eleições do ano que vem, representando a Frente Popular que já foi liderada em eleições anteriores por Pelópidas da Silveira, Miguel Arraes e Jarbas Vasconcelos na capital pernambucana.

Dificilmente haverá outra ocasião tão propícia quanto 2020 para João Campos iniciar sua carreira majoritária, uma vez que o PSB representa uma gestão bem-avaliada na capital, que é a de Geraldo Julio, e uma gestão que está se consolidando no estado, que é a de Paulo Câmara após a sua reeleição. Apesar da pouca idade, João levará consigo uma força política que pouca gente teve quando foi para a sua primeira majoritária. Em 2020 ele terá 27 anos, mesma idade que seu pai, Eduardo Campos, tinha quando disputou sua primeira majoritária em 1992, que foi a prefeitura do Recife naquela ocasião.

Se em 1992 Eduardo disputou a prefeitura do Recife para ganhar experiência, João disputaria em 2020 para efetivamente ganhar a eleição, pois as circunstâncias lhe são extremamente favoráveis, fruto evidentemente da semente plantada por Eduardo, mas que inexoravelmente darão a João a legitimidade política e eleitoral que ele precisa para vencer a disputa do ano que vem.

Preparado – O prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Anderson Ferreira, está preparado para enfrentar qualquer adversário em 2020. Ao longo de 2019 ele intensificará as obras na cidade para ampliar a quantidade de entregas no município e consequentemente fortalecer a sua imagem de bom gestor. Nas eleições de 2018 o prefeito garantiu expressivas votações aos seus candidatos na cidade.

Gravatá – A direção da União dos Vereadores de Pernambuco definiu que o congresso da entidade de 2019 que elegerá a nova mesa diretora para o triênio 2019/2021 ocorrerá na cidade de Gravatá entre os dias 28 e 31 de março, no Hotel Canarius. O evento contará com a presença dos 1,8 mil vereadores filiados à entidade.

Entregas – Graças a uma solicitação do deputado federal Eduardo da Fonte, a Codevasf entregou 15 tratores e grades aradoras a várias associações comunitárias agropecuárias. Foram beneficiados os municípios de Manari, Calçado, Itaíba, Serra Talhada, Pesqueira, Ibimirim, Tupanatinga, Quipapá e Inajá. A solenidade de entrega contou com a presença do presidente da Alepe, Eriberto Medeiros, dos deputados Cleiton Collins, Claudiano Filho, Romero Albuquerque e Joel da Harpa e do prefeito de Gravatá, Joaquim Neto.

Silvio Costa – O ex-deputado federal Silvio Costa refuta qualquer possibilidade de disputar as eleições de 2020. Ele afirma que atuará entre Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo, mas não diz em que ramo. Independentemente de qualquer coisa, a sua experiência será imprescindível para os mandatos de Silvio Costa Filho e João Paulo Costa, seus herdeiros políticos.

Liderança – O senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) estará reunido nesta segunda-feira com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. Na ocasião, Onyx oficializará o convite para que o senador seja o líder do governo Jair Bolsonaro no Senado, que deverá ser aceito pelo pernambucano. Com a confirmação, Fernando torna-se o principal interlocutor de Pernambuco com o governo federal.

RÁPIDAS

Mulheres – A disputa pela prefeitura de Ipojuca tem tudo para ser protagonizada por três mulheres em 2020. Além da prefeita Célia Sales, que tentará a reeleição, a vice-presidente da Alepe, deputada Simone Santana e Debora Serafim entrarão de cabeça na disputa do ano que vem. Será uma eleição histórica.

Paulista – O nome do deputado federal Daniel Coelho vem crescendo na bolsa de apostas para disputar a prefeitura de Paulista em 2020. Ele tentou, sem sucesso, a prefeitura do Recife em 2012 e 2016 e agora tem sido incentivado a disputar a sucessão do prefeito Junior Matuto, que não tem um candidato natural para a disputa.

Inocente quer saber – Quem terá condições de ameaçar o favoritismo do PSB em 2020 no Recife?

 

Edmar Lyra