Brasil e Bolívia abrem Copa América 2019

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Na edição desse ano que será disputada no Brasil. A Seleção enfrentará a Bolívia no Morumbi, em São Paulo, na abertura do torneio

Vai começar mais uma Copa América e depois de 30 anos, ela volta a ser disputada em solo brasileiro (a última foi em 1989). Nas últimas duas edições (2015 no Chile e 2016 nos Estados Unidos) a seleção Chilena venceu as duas edições, nas únicas conquistas do país no torneio. O Brasil não vence a Copa América desde 2007, quando venceu na Venezuela.

Meses depois da Copa do Mundo da Rússia, e da eliminação nas quartas de final para Bélgica a Seleção vai em busca de outro título. Sem Neymar, cortado por lesão e com Tite pressionado a ter que vencer a todo custo a Copa América. O Brasil estreia contra uma equipe que no histórico não costuma dar trabalho à Seleção.

Com a ausência de Neymar, Coutinho será o nome mais brilhante da Seleção. O meia jogou muito bem os dois amistosos que antecederam a estreia na Copa América, contra o Catar (2×0 para o Brasil) e Honduras (7×0 para o Brasil). Ele marcou o terceiro gol contra Honduras e foi eleito o melhor em campo nas duas ocasiões.

O Brasil que está no Grupo A e depois da estreia de hoje contra a Bolívia, a Seleção enfrentará a Venezuela terça-feira (18) na Arena Fonte Nova em Salvador e encerra a fase de grupos no sábado (22) às 16h, na Arena Corinthians, novamente em São Paulo contra o Peru.

Brasil e Bolívia estreiam nesta sexta-feira (14) às 21h30, no Morumbi, em São Paulo. Abrindo a competição.

Grupo A: Brasil, Bolívia, Peru e Venezuela

Grupo B: Argentina, Catar, Colômbia e Paraguai

Grupo C: Chile, Equador, Japão e Uruguai